financiamento

Saiba Como Evitar As Multas De trânsito!

Posted on Postado em Dicas e Dúvidas

Saiba Como Evitar As Multas De trânsito! Guia Completo! As multas de trânsito são grandes dores de cabeça para quem dirige, por isso, saber como evitá-las é algo essencial. Do mesmo modo que conhecer seus tipos existentes, pois isso faz total diferença para fugir delas ao tomar os cuidados necessários.

Hoje, vemos diversas políticas de redução de velocidade sendo aplicadas aos veículos, o que aumentou, e muito, o número de multas. Claro que estas não são sem razão, pelo contrário. São medidas que visam reduzir comportamentos de risco ao volante, tanto para quem dirige quanto aos pedestres.

Mas, com as dicas que daremos neste conteúdo, você poderá dirigir com tranquilidade e sem riscos. Não apenas falando de acidentes, como também aqueles de multas ou da perda da CNH. 

Saiba Como Evitar As Multas De trânsito

Quais os tipos de multas de trânsito?

No Brasil, existem 4 tipos de multas de trânsito, com diferentes níveis de risco e punições, sendo ideal evitar todas elas. Por que digo isso? É porque existem aquelas ditas leves, com as quais boa parte da população não se preocupa tanto.

Entretanto, até mesmo elas podem resultar na perda de pontos da carteira e prejuízos financeiros.

A seguir separamos a classificação das multas de trânsito e suas penalidades.

Leves

São aquelas com um menor potencial de gerar riscos/acidentes no trânsito. As multas de trânsito mais comum desse tipo são: dirigir sem documentos, estacionar em local ou de forma indevida, transitar em faixas exclusivas a outros veículos, direção desatenta, uso indevido da buzina e farol. A penalidade aqui é de 3 pontos na carteira + multa no valor de 88,38 reais ou advertência;

 

Médias 

Nesta modalidade de multas de trânsito, os pontos recebidos são 4 e o valor a pagar vai para 130,16 reais. Aqui também é possível converter a multa em advertência, desde que a infração tenha ocorrido pela primeira vez no último ano, ou o motorista nunca tenha tido sua carteira suspensa.
Em geral, as infrações cometidas nesse nível são aquelas que geram acidentes e prejudicam o fluxo no trânsito. Muitas vezes relacionadas a interferência na movimentação de outro veículos, estacionamento, excesso de passageiros ou cargas;

 

Graves

Existem mais de 70 causas que levam as multas de trânsito desse tipo, sendo assim, consideradas como bastante prejudiciais ao trânsito e a segurança dos envolvidos nele. 

Leva a uma penalização de 5 pontos na carteira, com multa de 195,23, sem possibilidade de conversão em advertência. Entre as infrações, as mais comuns são uso de películas que interferem na visão de veículo, não utilização do cinto de segurança e até mesmo veículos mal conservados;

 

Gravíssimas

Como o nome já indica, aqui se enquadram infrações com elevadíssimo potencial de causar acidentes, entre elas algumas se enquadram inclusive como crimes dentro do Código Penal. 

Isso acarreta em diversos prejuízos, como 7 pontos na CNH, multas a partir de 293,47 reais, apreensão da carteira e/ou prisão. As infrações mais comuns para essas multas são perturbação ou interrupção da circulação de outros veículos no trânsito, dirigir com carteira suspensa e dirigir embriagado.

 

O que pode acontecer caso uma multa de trânsito não seja paga?

Em casos em que multas de trânsito são aplicadas, o condutor do veículo infrator deverá fazer o pagamento em até 30 dias, seja em parcelas ou não. Desse modo, o não pagamento pode causar os seguintes prejuízos:

  • Impossibilidade de vender ou transferir o veículo devido a multa vinculada ao dono;
  • Impedimento ao licenciamento do carro que se encontra em débito.

Bem como, acréscimos (os juros) pelo atraso no pagamento quando o dono do veículo vier a pagar pelas infrações.

 

Como evitar multas de trânsito?

Acima vimos como funciona o esquema de penalização para infrações que geram as temidas multas de trânsito. 

Portanto, agora você já sabe que o valor aplicado depende do risco que o motorista causa. E em casos muito graves, existe a possibilidade de perder a carteira e/ou ser preso. O que faz com que evitar multas seja algo tão essencial no trânsito.

É uma forma de evitar os prejuízos a si mesmo, bem como a outras pessoas. Por isso, separamos dicas de como fazer isso logo abaixo, confira.

Conheça as luzes do veículo

Nas estradas, utilizar os faróis baixos do carro é uma obrigatoriedade, pois é aquele com maior eficiência. Só que muitas vezes quando o caminho se encontra com muita neblina, muitos motoristas acendem o farol de neblina. 

No entanto, esse deve ser utilizado em conjunto com o mencionado antes. Ou seja, nunca sozinho já que isso pode acarretar multa.

Pontos de ônibus causam multas de trânsito

Parar o carro no perímetro de parada dos ponto de ônibus também é infração, pois estes são locais de acostamento de uso exclusivo destes veículos. Ou seja, carros, motos e outros automóveis podem fazer apenas a passagem contínua nestes locais. A fim de não bloquear o fluxo de transporte.

Essa é, portanto, uma regra que vale em todo o país, mesmo em regiões onde faixas amarelas de demarcação não se encontram presentes. Na falta da sinalização fica válido um proibição de 10 metros à frente ou atrás da localização do ponto!

Cuidados ao estacionar

Uma das infrações campeãs em gerar multas de trânsito, é a de parar o carro em frente a garagens, que, em geral, tem como indicação as guias (meio-fio) rebaixadas.

No entanto, nem sempre o rebaixamento significa multa. Essa só pode ser aplicada quando de fato existe uma entrada/saída de carros nesta direção, do contrário, a parada é válida.

Além disso, outro cuidado na hora de estacionar é colocar o carro sempre no sentido em que se pode andar naquela rua, via, etc. Essa medida é adotada já que as lanternas traseiras servem de refletores para outros carros. 

Do mesmo modo que, um carro no sentido contrário indicado que o motorista dirigiu no sentido contramão. Mesmo que por alguns poucos metros, o que por si só já é uma infração.

Não utilize chinelos ao dirigir

Na hora de dirigir, existem apenas duas formas aceitas de se fazer isso quando o assunto é nosso pé, pois esse deve estar:

  • Com calçados que firmam de forma adequada, especialmente o calcanhar;
  • Ou então, totalmente descalço onde existe uma firmeza natural.

Mas, utilizar chinelos e sapatos semelhantes que não oferecem segurança e podem prender no pedal, é uma infração.

Use o pisca alerta corretamente

O pisca-alerta tem um uso muito comum para anunciar quando um carro vai fazer uma parada e isso é permitido. Mas, é preciso se atentar que isso é válido apenas para o tempo de embarque e desembarque. 

Portanto, ficar dentro do veículo ligado por muito tempo não impede você de levar uma multa. Do mesmo modo que isso acontece imediatamente ao parar em locais proibidos – exceto em casos de tráfego ou emergência.

Quais outro cuidados tomar?

Para finalizar, confira ainda outros erros comuns que levam a multas de trânsito que você deve evitar:

  1. Utilize sempre o cinto de segurança e exija o mesmo dos demais passageiros;
  2. Sempre respeite a sinalização de trânsito e não fure sinais vermelhos;
  3. Dirija na velocidade recomendada, nunca acima ou abaixo dela;
  4. Dê a seta sempre antes de mudar o carro de direção/sentido;
  5. Não utilize celular e outros aparelhos enquanto dirige;
  6. Não trafegue em faixas exclusivas para outros veículos;
  7. Mantenha-se atento e defensivo durante a direção;
  8. Lembre-se que o pedestre tem a preferência;
  9. Ande sempre com sua carteira de motorista;
  10. Respeite o rodízio de veículos da região;
  11. Nunca dirija após consumir álcool;
  12. Ligue o farol em rodovia.

Como a Mais Credit pode me ajudar?

A Mais Credit Consultoria é uma empresa especializada em revisão de contratos de financiamento de veículos.

O seu objetivo é reduzir os juros abusivos que podem estar no seu contrato de financiamento, uma vez que o Brasil ainda é considerado campeão em juros abusivos.

Hoje a Mais Credit já conseguiu recuperar mais de 10 milhões de reais em juros e, através dela, é possível obter até 70% de desconto na quitação do veículo e 30% de desconto no valor das parcelas.

Portanto, se você não sabe se é vítima de juros abusivos, aproveite para solicitar a revisão contratual entrando em contato com os representantes da empresa. O processo é gratuito!