Qual a Quilometragem Boa Para um Veículo Usado?

Pensando em comprar um carro e quer saber qual a quilometragem boa para um veículo usado?  Nos acompanhe neste artigo porque iremos trazer muitas informações, e, claro, responder essa pergunta!

 

A Quilometragem e a Desvalorização

 

Não é novidade para ninguém que quanto mais quilômetros rodados, mais desvalorizado será o carro. Isso porque a tendência é que ao rodar, o veículo vá se desgastando.

Porém, em algumas situações, a quilometragem pode não ser o fator decisivo na hora compra. Isso serve para o caso em que esteja focando no tipo de veículo, ou quem sabe, no grau de conservação.

De qualquer forma, temos que revelar algo próprio do mercado de compra e venda de veículos: até 15 mil km de rodagem em um ano, o carro é tido como excelente para a compra.

Outro detalhe é que os preços variam segundo o carro ser considerado seminovo ou usado. E, por outro lado, é justamente a quilometragem que irá decidir se o veículo é usado ou seminovo.

Então, a quilometragem não é decisiva quando o assunto é valorização ou desvalorização do veículo, mas sabe-se que a quantidade de quilômetros rodados é importante nesse assunto.

 

E Qual a Quilometragem Boa Para Um Veículo Usado?

 

Não temos como afirmar exatamente com quantos quilômetros determinado o carro será desgastado e terá perdido grande parte de seu valor.

Porém, destacamos que no mercado de compra e venda de veículos, as pessoas costumam falar que a partir de 60 mil km rodados, o carro irá pedir para ir mais vezes à mecânica.

Então, com base só nessa informação, devemos dizer que é interessante comprar um carro usado com até 15 mil km rodados. Veículo assim irá poucas vezes para a manutenção.

Agora, como nem sempre é possível adquirir veículos nessa faixa de quilometragem, considerando que você quer economizar comprando um carro usado, então poderá aumentar a faixa.

Nesse caso, veículos abaixo de 60 mil km rodados pode responder á tua pergunta inicial de qual a quilometragem boa para um veículo usado.

Isso mesmo, só considere comprar um carro usado com quilometragem acima de 60 mil km, se este estiver em boa conservação e for exatamente o modelo que você quer porque quer!

 

Então, Devo Trocar o Carro Com 60 mil km?

 

Para quem quer comprar um carro, a quilometragem ideal é adquirir um bem com até 60 mil km. E para quem quer vender o veículo?

Não dá para responder esta pergunta com exatidão, mas levando em consideração o mesmo pensamento anterior, é bom passar para a frente o veículo antes de ultrapassar aqueles 60 mil km.

Isso porque a gente já sabe: carros com tantos quilômetros tendem a estarem mais desgastados e desvalorizados. Além disso, terá mais gastos com manutenção e trocas de peças.

Porém, um detalhe bastante interessante e muito discutido por quem entende de veículo, é fazer uma avaliação minuciosa do carro e de seu bolso quando o veículo atingir a marca de 100 mil km rodados.

Nesse caso, procure comparar os valores gastos com a manutenção do veículo e os valores necessários para adquirir um novo, ou seminovo, ou até mesmo outro carro usado.

Vamos conhecer, na sequência, uma técnica bastante usual para quem quer saber se vale a pena manter o carro usado ou vendê-lo.

 

A Técnica 10%

 

Você já ouviu falar na técnica dos 10%? Trata-se de um método usual que te diz o momento de vender o seu carro usado. A interpretação desta técnica é bem simples.

Você deve saber que os gastos com troca de peças e manutenções diversas do veículo não deve ir além dos 10% do valor que o seu carro possui atualmente no mercado.

Caso os custos estejam elevados, significando valores acima de 10% do valor que tem o seu veículo no mercado, então poderá começar a pensar em passá-lo adiante e adquirir outro carro.

 

Cuidado! Pode Haver Fraude Na Quilometragem!

 

Você que quer saber qual a quilometragem boa para um carro usado deve ficar atento com as fraudes, caso queira adquirir um carro.

Saiba que é comum que alguns vendedores de veículos utilizem certos artifícios para inibir a quilometragem e conseguir vender o bem por um valor acima do que realmente vale.

Alguns detalhes devem ser levados em consideração antes de adquirir o bem. Veja:

 

Os documentos do veículo: O documento tipo nota fiscal e de revisões periódicas podem te dar uma boa pista da quilometragem real do veículo. Também verifique as anotações da troca de óleo, pois elas especificam a quilometragem.

 

Verifique o visor de quilometragem painel do veículo: saiba que a numeração é alinhada e, caso, não esteja assim, comece a desconfiar de uma fraude. Veja também se há indícios de que o painel foi removido. Havendo quebras ou rachaduras no painel, então a probabilidade é grande de ter sido removido em algum momento.

 

Analise o estado de conservação: aqui você verificará o estado das peças do veículo. Veja o quanto de desgaste elas possuem. Veja os bancos, especificamente o do motorista, pois a tendência é que ele fique desgastado mais rápido que os demais.

 

Conduza o veículo para uma avaliação: o ideal para não ter dúvidas quanto a quilometragem, é conduzir o veículo para um profissional realizar uma avaliação. Saiba que usando um equipamento próprio é possível descobrir a quilometragem real do bem.

 

Cuidado! Adulterar a Quilometragem é Crime!

 

É importante tratar neste artigo que adulterar o medidor de quilômetros do veículo, ou seja, o odômetro, é um crime estabelecido no Código Penal, em seu art. 171. Isso acontece porque fazer isso é uma forma de obter vantagem de modo ilícito, exatamente o que a lei condena.

 

Veja na íntegra o artigo citado:

 

Art. 171 – Obter, para si ou para outrem, vantagem ilícita, em prejuízo alheio, induzindo ou mantendo alguém em erro, mediante artifício, ardil, ou qualquer outro meio fraudulento: Pena – reclusão, de um a cinco anos, e multa, de quinhentos mil réis a dez contos de réis.

 

Também devemos citar o Código de Defesa do Consumidor que condena a relação negocial em que haja problemas na qualidade e vícios. Veja o que diz o CDC:

 

Art. 18. Os fornecedores de produtos de consumo duráveis ou não duráveis respondem solidariamente pelos vícios de qualidade ou quantidade que os tornem impróprios ou inadequados ao consumo a que se destinam ou lhes diminuam o valor, assim como por aqueles decorrentes da disparidade, com a indicações constantes do recipiente, da embalagem, rotulagem ou mensagem publicitária, respeitadas as variações decorrentes de sua natureza, podendo o consumidor exigir a substituição das partes viciadas.

 

Neste artigo você pode conhecer qual a quilometragem boa para um veículo usado e, ainda, aprendeu muitas coisas que certamente desconhecia, como por exemplo, a afirmação de que é crime adulterar a quilometragem de um veículo.

Se ficou alguma dúvida, por favor, use os comentários! É nosso prazer atender você!

A Mais Credit é uma empresa especializada em análise de contratos de financiamento de veículos. Se quiser conhecer mais sobre nossos serviços, fale agora mesmo com um de nossos consultores.

Deixe seu contato!

Nossa equipe irá retornar com a ajuda que você precisa!

Deixe seu contato!

Nossa equipe irá retornar com a ajuda que você precisa!

Faça uma análise gratuita pelo WhatsApp

Ligue Grátis para: 0800 580 0910

A MAIS CREDIT CONSULTORIA

NÃO FAZ EMPRÉSTIMOS

arrow - flecha

Nossa empresa trabalha
com redução de

juros abusivos

em financiamento de veículos e empréstimos.