Quais são os impostos de um veículo

Quais São Os Impostos de Um Veículo?

Posted on Postado em Financiamento de Veículos

Quais são os impostos de um veículo? Essa pergunta, sinceramente, não é nada boa de responder! Afinal, o que não falta são impostos que incidem diretamente quando você adquire e mantém um veículo.

 

Para falar sobre esta questão temos que separar o artigo em duas grandes partes: A primeira delas diz respeito aos impostos cobrados no momento em que você adquire o bem, sendo que a segunda, refere aos impostos cobrados enquanto mantém o veículo.

 

Dessa forma, podemos resumir o parágrafo anterior do seguinte modo:

 

  • Impostos cobrados no momento de aquisição do veículo: PIS, IPI, Cofins e ICMS.
  • Impostos durante a manutenção do veículo: IPVA, DPVAT e licenciamento.

 

Esse antigo visa mostrar para você quais são os impostos cobrados, como também falar sobre cada um deles.

 

É claro que nós não vamos entrar em detalhes sobre cobrança de impostos. Isso porque é tema para assuntos específicos que tratam de Direito Tributário, Direito do Consumidor e outros.

 

A Dura Batalha Para Adquirir Um Veículo!

Quais são os impostos de um veículo

 

De repente você tem uma ideia, motivada por uma necessidade, em adquirir um veículo. Então começa toda a cina que vai desde as pesquisas sobre o modelo que pode atender suas necessidades até o pagamento e manutenção do veículo.

 

Certamente que é uma dura lida esta realidade. Você precisará de tempo, disposição e paciência também.

 

Se tudo isso não fosse o suficiente, ainda existem os tributos que devem ser pagos no momento em que se adquire o veículo e também após a aquisição do bem.

 

Isso mesmo, todos os veículos são taxados por lei, e isso quem aplica é o governo federal e o governo estadual.

 

Vamos conhecer mais detalhadamente sobre cada imposto cobrado sobre o veículo, independente de ser um tributo Federal ou estadual.

 

Os Impostos De Um Veículo

Quais são os impostos de um veículo

 

 

É muito importante você conhecer os impostos cobrados sobre os carros adquiridos e mantidos no Brasil. São tributos que precisam ser pagos diretamente ao governo.

 

Uma vez pago, então o motorista fica livre para trafegar com o veículo em todas as vias nacionais, bem como recebe toda documentação necessária para o veículo.

 

Não temos dúvida alguma que o Brasil se destaca entre os demais países quando a questão é a carga de tributos. E isso se agrava ainda mais quando estamos pensando em comprar um carro.

 

Existe uma infinidade de letras que quando juntas estabelecem obrigações onerosas ao consumidor. Isso porque obrigam as pessoas a retirarem de seus bolsos grandes montanhas de dinheiro.

 

Essas letras formam as siglas dos famosos impostos cobrados sobre os veículos, que são: PIS, IPI, Cofins, ICMS, IPVA, DPVAT e licenciamento.

 

Prepare o bolso e também o seu psicológico por que agora nós vamos adentrar em um mundo de pagamentos e mais pagamentos!

 

Os impostos a serem pagos ao adquirir um veículo

 

Como dito no início deste artigo, os impostos aplicados aos veículos podem ser divididos, didaticamente, em duas situações. A primeira delas é quando você adquire o veículo. Nesse caso, são aplicados os tributos PIS, IPI, Cofins, ICMS.

 

PIS

 

É uma sigla que significa Programa de Integração Social. Refere a um tributo Federal e, mesmo tendo aplicação direta com o pagamento a trabalhadores nacionais, ele incide no momento da compra de um veículo. Seu pagamento, possui uma alíquota de 1,65%.

 

IPI

 

É a sigla para Imposto sobre Produtos Industrializados. Esse tributo também é Federal e sua alíquota tem total relação com o motor do seu veículo.

 

Então, se você comprar um carro com o motor de 2.0, poderá pagar uma alíquota de 8%. Já motores de 1.0, a alíquota será de 2%.

 

Se por acaso decidir comprar um carro importado, se prepare para pagar até 38% de IPI.

 

Cofins

 

Também é uma sigla que significa Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social. Novamente trata-se de um tributo Federal cuja alíquota é de 7,6% em cima do valor total do veículo adquirido.

 

Esse tributo entra como financiamento ao INSS em seus serviços de pagamento de pensões e aposentadorias.

 

ICMS

 

Esse tributo estadual tem alíquotas variadas, e irá depender de estado para estado. De qualquer forma, certamente é o tributo com maior alíquota incidida no momento da aquisição de um veículo.

 

Esta é uma sigla que significa Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Eerviços.

 

Os Impostos a Serem Pagos Na Manutenção De Um Veículo

 

A segunda parte didática que dividimos os impostos de um veículo, diz respeito ao pagamento dos tributos enquanto você mantém sob sua posse o bem.

 

Nesse caso temos aplicação dos seguintes tributos: IPVA, DPVAT e licenciamento.

 

IPVA

 

Trata-se da sigla para imposto sobre propriedade de veículos automotores, sendo um imposto de origem estadual e pago anualmente. Destaca-se que o valor arrecadado é dividido com o município onde o veículo está emplacado.

 

Vale destacar que o IPVA é obrigatório para todos os veículos, para que se retire o licenciamento veicular.

 

Outro detalhe é que o documento gerado serve para dar base as negociações de compra e venda de veículos. Por exemplo, se determinado carro ainda não foi quitado, então o mesmo não poderá ser vendido.

 

Cabe relatar também que o não pagamento do IPVA poderá resultar em apreensão e multa por parte do órgão fiscalizador de trânsito.

 

DPVAT

 

Também é uma sigla e significa Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Vias Terrestres. Trata-se de um tributo pago todos os anos juntamente ao IPVA.

 

Caso não haja o pagamento, então o motorista ou o proprietário do veículo não poderá realizar o licenciamento do carro.

 

O DPVAT arrecadado é utilizado para indenização de pessoas que sofrem com acidentes nas vias terrestres de todo o Brasil.

 

Licenciamento

 

O licenciamento de veículo é feito todos os anos e, geralmente, junto com o pagamento do IPVA e do DPVAT.

 

Após o pagamento do licenciamento, o proprietário do veículo receberá o Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo. Este é um documento que precisa estar na posse do motorista sempre que estiver conduzindo o carro.

 

O pagamento do licenciamento está relacionado com o último número da placa do veículo. Isso implica em dizer que o vencimento para pagamento é o mês cujo o número da placa corresponde, por exemplo, placa com final 9 refere ao mês de setembro.

 

Quais as Consequências Do Não Pagamento Dos Impostos De Veículos?

 

Primeiramente, a grande consequência é que você não irá adquirir o veículo. Lembre-se que os primeiros impostos a serem pagos são feitos exatamente no momento em que você adquire o bem.

 

Além disso, o proprietário do veículo ficará impossibilitado de trafegar com o carro se não apresentar os comprovantes de pagamento. Ele também não poderá vender o bem.

 

Saiba que antes de começar a trafegar definitivamente pelas vias, será feita uma vistoria veicular. Neste momento, o funcionário do órgão de trânsito fará uma pesquisa para verificar a condição do bem.

 

O Artigo Foi Útil Para Você?

 

Este artigo foi útil para você? Conseguimos explicar didaticamente quais são os impostos de um veículo?

 

Se sua resposta for um grande sim, então vale muito a pena você compartilhar essa informação com seus amigos e familiares.

 

A Mais Credit preza por todo o conteúdo aqui postado. Se você quiser conhecer mais sobre a Mais Credit, então entre em contato com a gente gratuitamente!