Perdi Meu Veiculo Para o Banco

Perdi Meu Veiculo Para o Banco! Como Eu Posso Recorrer a Isso?

Posted on Postado em Sem categoria

Perdi Meu Veiculo Para o Banco! Como Eu Posso Recorrer a Isso? A crise financeira atual tem trazido consequências desastrosas, não é mesmo? Te entendo! E é por isso que peço para você prestar bem atenção nesse conteúdo, pois ele irá te ajudar!

Certamente que a resposta certeira é buscar a ajuda de profissionais, e nessa busca entra os advogados especialistas ou as empresas especializadas em análises de contratos de financiamento.

Neste artigo você aprenderá cada passo possível de ser dado para recorrer em um processo de busca e apreensão de veículo, de modo que consiga ter de volta o seu carro.

 

Perdi Meu Veiculo Para o Banco! E Agora? Veja o Que Fazer!

 

Existem, pelo menos, três atitudes que podem ser tomadas e recuperar seu carro de uma apreensão dada pelo banco. A primeira delas é cumprir com a lei e pagar integralmente a dívida.

A segunda alternativa é buscar um contato com o banco, mesmo que já esteja no processo judicial. E a terceira é fazer a contestação da busca e apreensão através de uma ação judicial com acompanhamento de um advogado.

Vamos entender melhor como proceder nessas três situações?

 

O Pagamento Integral Da Dívida

 

O Decreto 911/1969, apesar de antigo, fala que você tem um prazo de cinco dias para fazer a quitação das parcelas que se venceram, bem como das que estão por vencer. Assim, poderá receber o veículo de volta.

Só que isto não é fácil de cumprir, especialmente quando lembramos do fato de que você se tornou inadimplente e chegou a perder o carro para o banco justamente porque não tinha condições financeiras suficientes para arcar com a divida.

Sabendo disso, é que resolvo falar para você que ainda há mais duas atitudes interessantes para recorrer a isso. Uma delas é através de um processo extrajudicial, e a outra é por meio de um processo judicial.

 

A Negociação Direta Com o Banco: Processo Extrajudicial

 

Você já sabe que existe o  Decreto 911/1969 estabelecendo a obrigatoriedade de quitar as parcelas vencidas e as vincendas para poder ter o bem de volta. Porém, apesar disso, existe a possibilidade de resolver através de uma ação extrajudicial.

Esta ação nada mais é que uma conversa franca e direta com a instituição financeira na qual você está inadimplente. Isto pode ser feito por você mesmo ou com o apoio de uma empresa especializada em negociações de contratos de financiamentos.

Na negociação poderá ocorrer um trato para pagamento de toda a dívida ou de somente das parcelas atrasadas. Nisto, ainda é possível que você ganhe alguns descontos.

Procurar uma empresa para auxiliá-lo nesse procedimento é uma excelente ação, visto que, geralmente, os consultores já são experts nesse tipo de negociação direta com o banco.

Só tome cuidado para não cair me golpes, especialmente pela internet, pois certas empresas prometem aquilo que nunca será possível acontecer.

 

Fazendo a Contestação: Ação Judicial

 

Saiba que a lei dar um prazo para defesa do inadimplente que sofreu busca e apreensão de veículo. Esse prazo é de 15 dias e sua contagem é a partir do momento em que anexa ao processo o mandado de busca e apreensão do bem.

Aqui será necessário o acompanhamento de um profissional habilitado e espacialista em causa dessa natureza. Ou seja, a figura de um advogado é essencial nesse caso.

O profissional começará verificando se a instituição financeira cumpriu com todos os requisitos para abertura de uma ação de busca e apreensão. Caso encontre brechas, poderá pedir o arquivamento do processo como argumento para você ter o veículo apreendido de volta a seu poder.

 

Qual Alternativa Escolher?

 

A primeira opção é uma possibilidade para ter seu veículo de volta, mas o problema maior é que geralmente não se tem a quantia para pagar parcelas vencidas e vincendas. Logo, essa alternativa se aplicada, então é para um número bem reduzido de pessoas.

Em relação às outras duas opções, lembre-se que o acompanhamento de um profissional é interessante e pode permitir que você faça tudo certinho, aumentando assim a chance de ter sucesso e o carro de volta.

A questão é que a abertura de um processo judicial para recorrer contestando a busca e apreensão é um trâmite demorado, oneroso e exige muita paciência. Além disso, terá de pagar um advogado para agir com você.

Por outro lado, o processo extrajudicial é bem menos desgastante, além do que é muito mais rápido que o judicial e também bem menos oneroso. Neste caso, não haverá a necessidade de apoio advocatício, mas apenas de consultores especializados em recuperação de veículos.

Assim, numa análise global, se você tiver de escolher, sugiro optar por resolver a questão amigavelmente pelas vias administrativa, ou seja, abrindo um processo extrajudicial.

 

Empresa Especializada Em Processo Extrajudicial

 

Uma empresa especializada em processo extrajudicial pode te ajudar a recorrer em caso que você perdeu o veículo para o banco, como por exemplo, por ter se tornado inadimplente e a instituição deu busca e apreensão.

Empresas assim trabalham numa visão amigável utilizando a via administrativa, em vez de recorrer na justiça e ter de contratar um advogado. Assim, simplifica-se mais o processo, gerando economia para o seu bolso e agilidade na resolução do problema.

No mercado existem algumas empresas que trabalham na prestação desse serviço. Mas, antes de contratar uma empresa assim, é preciso pesquisar e ficar atento para não cair em jogadas falsas.

Verifique se a empresa possui CNPJ e está apta pelo poder público para operar. Analise também as instalações físicas da empresa, pois é essencial que ela possua escritório físico para atendimento de clientes.

Além disso, veja sobre o status dessa empresa, ou seja, descubra se há reclamações de consumidores e se o serviço que ela presta realmente é de qualidade e traz solução para os problemas dos clientes.

A Mais Credit é especialista em análise de contratos de financiamento de veículo e recuperação de veículos. Está nesse mercado atuando há muitos anos e atendendo clientes em todo o Brasil.

Já possui em seu portfólio dezenas de clientes satisfeitos que tiveram seus problemas resolvidos com a expertise da empresa.

Então, é isto, acredito que com este artigo “Perdi Meu Veiculo Para o Banco! Como Eu Posso Recorrer a Isso?”  você aprendeu a como pode recorrer em caso de perda de veículo para o banco em um processo de busca e apreensão de veículo.

Se você está nessa situação, então não perca tempo e comece agora a colocar em práticas os ensinamentos propostos neste artigo.

Caso necessite de mais esclarecimentos sobre este e outros assuntos, poderá então deixar suas dúvidas nos comentários e vamos te ajudar com isso o mais breve possível.

Se preferir, pode falar com nossos consultores pelo número 0800 580 0910.