O que é CET ou Custo Efetivo Total

O que é o CET ou Custo Efetivo Total na compra de um veículo financiado? Entenda!

Posted on Postado em Financiamento de Veículos

O que é CET ou Custo Efetivo Total?

Se você está pensando em investir na compra de veículo financiado, então é bem provável que já saiba que deve ficar de olho em diversos aspectos importantes.

Muitas pessoas falam que as taxas de juros merecem uma atenção especial, mas é bom saber que elas estão longe de ser o único ponto a ser considerado.

Para saber de verdade quanto vai ter que desembolsar nessa aquisição, é fundamental descobrir o que é CET ou Custo Efetivo Total.

Afinal de contas, como o próprio nome indica, ele revela quanto você realmente está gastando.

Para saber mais sobre o assunto e tirar suas dúvidas, não deixe de ler a postagem de hoje até o final.

Vamos lá?

O que é CET ou Custo Efetivo Total, afinal?

O Custo Efetivo Total (CET) representa uma soma de todos os encargos e despesas de uma operação de crédito.

Para o cálculo, eles consideram o que é contratado ou ofertado para três grupos específicos: pessoas físicas, microempresas ou empresas de pequeno porte.

Embora não seja obrigatório divulgar esse valor (e muitas empresas se aproveitam desse ponto), a quantia também não pode ser escondida.

Ou seja, se o consumidor questionar nesse sentido, o valor do CET deve ser aberto para ele.

É isso mesmo: as instituições financeiras e sociedades têm a obrigação de informar o valor antes de qualquer contratação.

O principal curso ainda é a taxa de juros, mas ela é cobrada pela instituição financeira que você escolher, o que significa que pode ter valores bem diferentes.

Ainda assim, esse não é o único ponto que deve ser levado em consideração.

A compra financiada também traz consigo outros tributos, tarifas, seguros e diversas despesas que vem com cada operação.

Como você deve imaginar, tudo isso aumenta a taxa da operação e todos esses valores juntos representam o Custo Efetivo Total (CET).

Isso significa que nem sempre a instituição com a taxa de juros mais baixa é a mais atrativa.

Pode ser que ela tenha outros encargos que acabam tornando a operação muito cara e pouco vantajosa para o consumidor.

Quais são as outras taxas embutidas?

Como você pode perceber, existem muitos custos embutidos no financiamento, então é bom tomar cuidado e ser cauteloso.

A taxa de juros, por exemplo, será paga segundo o valor que é entregue a você, ou seja, a quantia total de dinheiro que você está pegando o financiamento.

Ainda assim, como falamos, não é só isso que compõe as taxas.

Você ainda precisa desembolsar a quantia do financiamento, o IOF (Imposto sobre Operações Financeiras) e outras taxas administrativas (um exemplo é abertura de cadastro e registo do DETRAN, por exemplo).

No final das contas, é bom saber que não está financiando apenas o carro.

Embutido ao valor total, você está pagando também essas taxas que citamos acima, outros impostos e o mais incrível: impostos sobre as taxas.

Ele é útil para que?

Quando conhecemos o custo total para uma operação de crédito, fica bem mais fácil escolher a melhor opção para a aquisição de qualquer bem — e não é diferente no caso da compra de veículo financiado.

Portanto, antes de contratar qualquer operação, é fundamental comparar o CET de outras instituições, considerando sempre o mesmo valor e prazo.

Assim, você consegue descobrir qual delas oferece a melhor condição.

A planilha com as informações do cálculo do CET deve ser fornecida antes da compra e, depois de ter contratado, deve ser inserida no contrato de forma destacada e clara, pois vai funcionar como um guia.

Essa é uma forma de se livrar de muita dor de cabeça e saber o que realmente foi acordado no momento da negociação.

Tendo isso em vista, analise essa planilha de forma criteriosa.

Pense que ela deve contar todos os custos que eventualmente serão somados a essa negociação, como tarifas, seguros, serviços operacionais e todos os outros detalhes.

Como é calculado?

Depois de saber o que é CET ou Custo Efetivo Total, é natural que queira se informar também sobre como o cálculo acontece, certo?

Como falamos, ele é feito de maneira que o cliente consiga comparar com facilidade as diferentes ofertas feitas pelas intuições existentes — um ponto que aumenta a concorrência e facilita o encontro de um financiamento “ideal”.

Para calcular o valor a ser pago, muitas pessoas costumam utilizar a calculadora do Procon do Estado de São Paulo.

Ela serve como um ótimo modelo para quem quer ter um resultado rápido e entender melhor quanto está pagando.

Para simular, você precisa saber o número de meses do financiamento, o valor que você precisa receber na sua conta (valor líquido do financiamento), o valor da prestação que vai pagar (já com a taxa de juros incluída) e a data de fechamento de contrato.

E não é só isso: precisa considerar ainda a data de vencimento da primeira parcela, o CET ao ano da instituição financeira (em porcentagem) e, para fechar, a taxa mensal de juros.

Caso você prefira não usar essa calculadora, também pode seguir o modelo oferecido pelo Banco Central do Brasil para entender como a fórmula funciona e calcular por conta própria.

O importante mesmo é entender qual é o valor pago pelo CET, pois assim você consegue se dirigir a outras instituições financeiras e comparar os financiamentos.

Essa é a melhor maneira de conseguir taxas melhores e pagar ainda menos na compra de veículo financiado.

Quais são os benefícios?

Para fechar essa postagem, não poderíamos deixar de falar como saber o que é CET ou Custo Efetivo Total  e como pode ajudar você.

Esse conhecimento ainda é a melhor maneira de saber sobre qual é o valor que efetivamente estamos pagando.

Imagine que ninguém gosta de descobrir que pagou dois carros e levou apenas um — tudo isso porque o valor do financiamento era excessivamente alto, não é mesmo?

Portanto, considere esses conhecimentos entendendo que eles representam o valor total do veículo e uma facilidade e tanta na hora de se programar e negociar uma compra.

Nada mais natural, já que sabe quanto realmente vai ter que desembolsar no final das contas.

E tem mais: essa é a melhor maneira de comparar os financiamentos e garantir a melhor taxa.

O CET faz com que você esteja munido de informações e consiga negociar melhor.

Além disso, tendo esses dados em mãos, fica mais fácil negociar com o gerente do seu banco uma taxa mais justa e mais baixa para a realização do sonho de um carro novo.

Agora que você já sabe o que é CET ou Custo Efetivo Total e como ele pode te ajudar, não deixe de considerar todas essas informações sempre que for precisar de um financiamento.

Como você percebeu ao longo deste conteúdo, ele pode ajudar muito na compra de veículo financiado e em várias outras situações.

Para continuar se informando sobre o assunto, aproveite e leia nossa postagem sobre os juros abusivos e sua relação com a compra de veículos.

A informação é a melhor maneira de fugir das ciladas!