Em Quais Casos Posso Reverter a Busca e Apreensão

Em Quais Casos Posso Reverter a Busca e Apreensão?

Posted on Postado em Sem categoria

Se você recebeu um pedido de busca e apreensão da instituição financeira que financiou a compra do seu carro, não se desespere. 

É muito importante você entender o que é essa busca e porque ela foi emitida para você, pois existem algumas situações em que é possível você reverter esse pedido e conseguir salvar o seu carro. 

Então, continue lendo esse artigo para saber quando essa apreensão é pedida e como você pode reverter a situação.  

 

 

O Que é Busca e Apreensão?

A busca e apreensão do veículo está no contrato de muitas instituições financeiras, como uma medida de garantia do financiamento. Sendo assim, é uma medida prevista em lei, que permite que o contrato seja cumprido e que as parcelas sejam pagas dentro do previsto. 

Então, a busca e apreensão é a consequência de quando você infringe o previsto no contrato. Nesse caso, ela ocorre quando você atrasa o pagamento de uma ou mais parcelas do financiamento. 

Dessa maneira, se você não estiver pagando o combinado no contrato, atrasando as parcelas e não quitando a sua dívida, a instituição pode apreender o seu veículo. Isso é possível para que o banco ou a instituição financeira não saia no prejuízo. Assim, se não estiver pagando o que ela financiou, ela pode, ao menos, pegar o seu carro. 

Por isso, é muito importante, antes de comprar um veículo, garantir que você possa pagar todas as parcelas até o final. Caso contrário, o seu carro pode ser apreendido, fazendo com que você fique no prejuízo, sem ter o dinheiro pago de volta, e sem o carro. 

 

Quando a Busca e Apreensão Ocorre?

Antes de mais nada, é preciso entender quando a instituição pode apreender o seu veículo. Ou seja, a partir de quando a falta de pagamento é considerada infração do seu contrato, fazendo com que o banco tenha o direito de apreender o seu bem financiado. 

Legalmente, a busca e apreensão pode ser feita desde a primeira parcela que deixa de ser paga. Assim, a partir da primeira parcela que você atrasar, o banco tem a opção de emitir um pedido de busca e apreensão do seu veículo. 

Mas, isso não é muito comum de ocorrer. Pois, pode ser prejudicial também para a instituição financeira. Afinal, o banco ganha mais dinheiro com o pagamento do financiamento, pois o seu lucro vem dos juros que você paga a cada parcela. 

Dessa maneira, é do interesse dele que você pague todas essas parcelas até quitar as suas dívidas. Então, antes de emitir o pedido de apreensão, o normal é que o banco entre em contato com você para que vocês negociem uma solução.

Nesse momento, serão oferecidas outras opções para tornar o pagamento mais fácil para você. Além disso, em muitos casos, você pode ter até mesmo um desconto, dependendo da sua situação. 

Mas, caso vocês não cheguem em um consenso, geralmente, depois da terceira parcela atrasada, o banco irá emitir um pedido de busca e apreensão. Ou seja, quando você passa 3 meses sem pagar a parcela mensal definida no seu contrato. 

Então, você irá receber um aviso informando que o seu veículo será apreendido pela falta de pagamento, e você não poderá fazer muitas coisas a respeito disso.Pois, neste momento, não é mais possível tentar uma negociação com o banco.

O Que Acontece Com o Carro Em Busca e Apreensão?

Então, depois de você receber a notificação, em alguns dias o seu carro será apreendido.  Algumas pessoas tentam esconder o carro da instituição financeira. É possível até que, caso eles não achem o seu carro,  apreendam outros bens para compensar a perda. 

Portanto, o seu veículo, a partir desse momento, será do banco e não mais seu, fazendo com que ele tenha algumas opções para esse carro. 

Uma delas, que você pode já ter ouvido falar, é o leilão de veículos apreendidos, onde o seu carro é leiloado, e quem compra, por um menor preço, paga também suas dívidas. Ou então, ele pode ser vendido. De qualquer maneira, o banco terá o valor que perdeu com o seu financiamento de volta. 

 

Em Quais Casos Posso Reverter a Busca e Apreensão?

Existe a possibilidade de se reverter a busca e apreensão, e você não perder o seu carro. 

Primeiro, você tem a opção de pagar toda a sua dívida em até 5 dias depois que o banco fez o pedido de preensão do seu veículo. Mas, geralmente isso não acontece. Afinal, se você está nessa situação, provavelmente não tem o dinheiro para quitar todas as parcelas, incluindo as dívidas. 

Então, é possível ainda você apresentar uma defesa. De acordo com a lei, você tem 2 semanas depois do pedido para se defender. Dessa maneira, você deve contratar um profissional capacitado para lhe ajudar, e montar uma defesa, assim como tentar uma negociação com a empresa. 

Além disso, existem algumas situações em que a instituição financeira não faz todos os procedimentos que são estipulados na lei para a busca e apreensão.

Portanto, você tem como recorrer, alegando que eles não cumpriram todos os requisitos. Sendo assim, é muito importante entrar em contato com uma consultoria especializada para reverter essa situação. 

Outra situação que pode lhe favorecer, é quando o banco está cobrando juros abusivos no seu financiamento, uma vez que ele não pode fazer isso. Então, com uma boa ajuda, você terá as informações necessárias para tentar reverter a busca e apreensão do seu veículo.

 

Como a Mais Credit Pode Me Ajudar?

A Mais Credit Consultoria é uma empresa especializada em revisão de contratos de financiamento de veículos. 

O seu objetivo é reduzir os juros abusivos que podem estar no seu contrato de financiamento, uma vez que o Brasil ainda é considerado campeão em juros abusivos. 

Hoje a Mais Credit já conseguiu recuperar mais de 10 milhões de reais em juros e, através dela, é possível obter até 70% de desconto na quitação do veículo, e 30% de desconto no valor das parcelas.

Portanto, se você não sabe se é vítima de juros abusivos, aproveite para solicitar a revisão contratual entrando em contato com os representantes da empresa. O processo é gratuito!