vítima de juros abusivos

9 sinais de que você é vítima de juros abusivos

Posted on Postado em Dicas e Dúvidas

Será que você está pagando demais pelo seu financiamento? Para responder esta pergunta veja se seu contrato de financiamento está inserido em algum desses 9 sinais de que é vítima de juros abusivos!

1. Parcelas do financiamento atrasadas é um dos sinais de que você é mais uma vítima de juros abusivos

Você é uma pessoa de bem com a vida, com todos ao seu redor e consigo mesmo. É aquela pessoa que preza pelos seus compromissos, em especial os financeiros.

E ainda, tem sonhos e cria planos para realizá-los da maneira mais racional e real possível. E até consegue, porque age segundo suas condições pessoais, profissionais e financeiras.

Mesmo agindo dessa forma, o que é politicamente correto, ainda assim você está passando por um grande problema em relação ao financiamento do carro: A questão é que as parcelas do financiamento estão atrasados.

Você fez todas as contas, mas infelizmente agora elas não estão mais batendo. Se isto está acontecendo, então já é uma luz amarela se acendendo a sua frente! Não é que esteja indicando problemas nas suas finanças.

É muito provável que o que esteja levando você atrasar o pagamento das parcelas seja o juros abusivos presentes nelas.

Muitas vezes, em uma parcela de R$ 1000,00, por exemplo, cerca de 80% desse valor é relativo a juros e taxas desnecessárias, o que são consideradas abusivas.

2. Parcelas altas devido as compras casadas

Infelizmente no mercado financeiro existe uma prática ilegal e imoral que é chamada de compra casada. Ela geralmente acontece quando você faz o financiamento do seu veículo e junto com ele vem outros serviços não solicitados.

O banco ou a financeira diz que aqueles serviços têm de ser adquiridos quando você assina o contrato de financiamento. Alguns desses são os títulos de capitalização, os seguros, e até mesmo cartões de crédito.

A questão é que a instituição financiadora faz uso do seu desejo de adquirir um veículo e nisso tenta tirar proveito e, dessa forma, oferece serviços que não tem nada a ver com o negócio em questão.

Se você passou por esta situação quando assinou o financiamento, saiba que foi vítima de juros abusivos. Sendo por esta razão necessário que você solicite uma revisão contratual para que o pagamento desses serviços sejam retirados de seu contrato.

3. As taxas de juros que elevam o valor das faturas

É normal ter em um contrato de financiamento de compra de veículo as taxas de juros, isso porque é a partir delas que as financiadoras ganham dinheiro sobre essa transação financeira.

Dessa forma, o banco cobra um valor a mais e, por outro lado, coloca parcelas mais baixas para serem pagas por um tempo mais longo. Claro que isso vai influenciar no valor total do veículo, que sairá bem caro.

No entanto, você deve dar total atenção no valor cobrado dessas taxas, pois caso estejam acima do valor praticado no mercado então é um dos sinais de que você é vítima de juros abusivos.

Nesse caso você verá que o valor do veículo será duplicado ao final do pagamento. Claro que para descobrir se essas taxas estão abusivos é necessário o olhar técnico de profissionais.

Mas, você poderá iniciar fazendo uma comparação com outros financiamentos para verificar as taxas de juros cobradas neles. Caso encontre um valor muito grande e discrepante, então você está sendo vítima e deve solicitar uma ação revisional.

4. As taxas administrativas que elevam o valor das faturas

Em qualquer transação financeira existem as famosas taxas administrativas que fazem com que o custo efetivo do seu veículo seja bem maior do que deveria ser. Saiba que em muitas situações as cobranças de taxas administrativas são ilegais e imorais.

A verdade é que as instituições financeiras se aproveitam da sua vontade de adquirir o bem, e muitas vezes pelo fato de desconhecer a lei, agem aplicando essas taxas de forma indevida.

Por outro lado, cabe destacar que algumas taxas administrativas podem ser cobradas pelo banco. O problema existe quando elas são cobradas de forma muito alta, ou quando você nem sequer compreende o porquê que está sendo cobrado.

Quando isso acontece, então é um sinal de que você é vítima de juros abusivos, e a instituição financeira está tirando proveito excessivo sobre você.

Nesse caso, solicite uma revisão contratual para que possam ser retiradas as taxas administrativas cobradas legalmente.

5. Taxas abusivas em crédito consignado

Muitos funcionários públicos, aposentados e pensionistas utilização do crédito consignado para fazer um financiamento de veículo ou até mesmo um empréstimo bancário.

Nesta transação financeira, as parcelas vão ser descontadas diretamente em seu conta, e a ideia do banco é diminuir os casos de inadimplência.

Uma das regras aplicadas para o crédito consignado é que o valor das parcelas não podem passar do percentual de 30% referente ao salário da pessoa. Muitas instituições não observam esta regra e descumprem fatalmente.

Saiba que se você está em uma situação como esta, então é hora de solicitar uma revisão contratual no seu financiamento ou até mesmo empréstimo.

6. A taxa de permanência

Outra taxa abusiva é a chamada comissão de permanência. Ela é utilizada pelos bancos com vistas a se proteger da inadimplência que pode ocorrer ao longo do pagamento das prestações.

Essa taxa incide sobre o valor da prestação sempre que você deixa de pagar ou atrasa o pagamento da parcela.

Na verdade, o que se torna ilegal é o valor, em percentual que é cobrado nesta taxa. Esse valor deve respeitar as cláusulas do contrato e a compatibilidade com o mercado atual.

Muitas financiadoras aproveitam o fato de haver bastante inadimplência e jogam taxas altas para a comissão de permanência. Embora seja correta a sua cobrança, se o valor é acima do que é praticado normalmente no mercado, então isso é ilegal.

7. A temida amortização negativa

Se sua dívida está aumentando mesmo Você pagando, então poderá estar havendo a amortização negativa. Isso acontece porque está havendo correção monetária em cima do valor restante da dívida, não havendo, portanto, o abatimento.

A regra é clara quando diz que ao efetuar o pagamento esse valor deverá ser automaticamente amortizado sobre o valor restante a ser pago.

8. Atualização mensal de juros remuneratórios

Trata-se da cobrança de juros sobre juros. Esse juros tem como intenção fazer a remuneração de todo o valor que foi empregado na transação financeira.

Em alguns casos isto é até permitido por lei, mas o que é imoral e ilegal é cobrar os juros remuneratórios em uma porcentagem que extrapola o dobro legal.

Se as taxas de juros remuneratórios estão ultrapassando os 12% ao ano, então você deve solicitar agora mesmo a revisão do seu contrato.

9. Taxas pela prestação de serviço de terceiros

Os bancos e financiadoras estão sempre buscando formas de ganhar mais e mais sobre os clientes. E uma delas é a inclusão de taxas pela prestação de serviço de terceiros.

Certamente é ilegal esse tipo de cobrança, uma vez que não estão previstas no contrato. Se a financiadora solicitar serviços de terceiros, então ela mesma deve pagar por isso.

E você deverá procurar seus direitos através de uma revisão contratual.

Aqui estão os 9 sinais de que você é vítima de juros abusivos. A Mais Credit pode te ajudar a identificar esses sinais em seu contrato.

Para isso, basta que você entre em contato com nossos consultores pelo telefone 0800 580 0910. Acesse nosso site para saber mais http://www.maiscredit.com.br

Acesse nossas redes sociais: Facebook e Instagram