Transferência de um veículo com alienação fiduciária

Descubra Se é Possível Fazer a Transferência de Um Veículo Com Alienação Fiduciária.

Posted on Postado em Alienação Fiduciária

Comprar um veículo ainda é um desafio para algumas pessoas. Isso porque os gastos as vezes podem acabar ultrapassando aquilo que você previa e consequentemente não conseguir arcar com as despesas. Quando isso acontece, algumas pessoas procuram fazer  transferência de um veículo com alienação fiduciária, justamente para se livrar da dívida. Mas será que isso é possível?

Por isso, nesse post separamos um guia completo sobre transferência de um veiculo com alienação fiduciária e se isso é possível ou não! Para que assim você possa entender todos os passos de vez e se livrar das dívidas! Confira!

 

O Que é Um Veículo Alienado?

Quando uma pessoa compra um veículo financiado, ele faz um acordo com a instituição em questão em caso do não pagamento, o veículo será recolhido.

Então se você financiou um carro por exemplo, a partir do momento que você deixa de pagar o banco poderá recolher o veículo. Dessa forma, um carro alienado é aquele que está como garantia caso você não pague o veículo.

Além disso, quando uma pessoa compra um carro e coloca ele como financiamento, na verdade aquele carro ainda não pertence ao proprietário. Muito pelo contrário, ele é de possa do banco que você negociou. Por isso, a pessoa que comprou ele, só terá ele registrado no seu nome, depois que pagar toda a dívida.

 

É Possível Transferência de Um Veículo Com Alienação Fiduciária?

Na maioria das vezes, as pessoas procuram vender um carro quando sabem que não possuem dinheiro para pagar ele. Com medo de perder, escolhem vender um veículo alienado antes que o banco solicite o recolhimento dele.

Porém, muitas pessoas tem dúvidas se isso de fato é possível e qual o procedimento, mas a verdade, é que você pode vender um veículo alienado, mas precisa ter cautela no momento de venda.

Quando um veículo é alienado, é declarado que ele só será do proprietário quando ele pagar todas as parcelas. Então se o “dono” de um carro por exemplo, não tiver pago todas as parcelas, por lei, o veículo é do banco.

Por isso, se você quer vender um veículo que por lei ainda pertence ao banco, o seu primeiro passo é escolher uma entre duas opções. Sendo a primeira quitar a parcela, ou a segunda, transferir a dívida.

O motivo mais comum é a sempre a segunda, mas é mais complicado achar alguém que esteja disposto a pagar a dívida do carro. Por isso, você precisa ser totalmente transparente para não evitar complicações depois. Além de que no momento de transferência, deverá passar toda essa questão para o banco fazer a transferência de nome.

 

Cuidados ao Vender Um Veiculo Alienado

Quando uma pessoa compra um veículo alienado, ainda assim nos contratos o veículo estará no nome do banco, mas as responsabilidades de quem comprou ele inicialmente. O veículo em si, só terá essa mudança de nome depois que toda a dívida dele for quitada. Por isso, ainda assim toda a responsabilidade do veículo estará nas mãos de quem está vendendo.

Uma maneira de evitar complicações, é tentar vender o carro a vista. Quando isso acontece, você consegue facilmente quitar o carro e assim se livrar da responsabilidade no seu nome. Logo, todas as complicações que possam surgir serão resultado de quem comprou o veículo de você.

Ter clareza no momento de venda é muito importante. Não adianta você querer se safar de uma dívida gigante jogando ela em cima de outra pessoa. É necessário que você seja claro com todos os detalhes do carro, inclusive se há ou não  uma parcela pendente.

Além disso, se o veículo tiver qualquer tipo de multa no Detran, é importante relatar isso também para quem está comprando. Para que assim o comprador não receba um pacote de dívidas na sua casa e queira buscar pelos seus direitos depois.

Na hora de escolher quem será o comprador você deve ter muita atenção. Uma vez que se você vender para qualquer pessoa e ele não pagar, as dívidas serão sua. Por isso, tenha atenção na escolha também, para evitar não receber um pedido de apreensão.

Conclusão

Espero ter ajudado com o conteúdo informado, a Mais Credit tem um apreço pela informação passada, sendo assim não deixe de deixar seu comentário, com suas dúvidas e sugestões, elas são muito importante para a gente!

Mais uma vez muito obrigado pela visita, isso é muito importante, pois temos um carinho enorme pelo conteúdo aqui informado, sem vocês esse conteúdo não é nada!  Por isso sempre que precisar estamos de braços abertos e ansiosos para ajudar com alguma duvida! Até breve!