Termo De Entrega Amigável

Termo De Entrega Amigável: Aprenda Em 8 Passos!

Posted on Postado em Dicas e Dúvidas

Se você está buscando como fazer o termo de entrega amigável, certamente chegou ao lugar certo. Aqui vou tratar com você sobre esse tema.

 

Porém, antes de comentar de forma mais profunda sobre esse assunto, gostaria de te fazer uma rápida e direta pergunta:

 

Você está querendo entender como se faz um termo de entrega amigável porque deseja mesmo entregar o seu veículo, ou simplesmente porque o banco te ofereceu esta oportunidade?

 

Te faço essa pergunta porque, na maioria dos casos, a entrega amigável do seu veículo é muito mais vantajosa para a instituição financeira do que para você.

 

Por via das dúvidas, vou tentar esclarecer de forma rápida e direta o que é a entrega amigável para que você possa ter total certeza se é isso mesmo que quer.

 

Entendendo o Que é Entrega Amigável De Veículo

 

Só pelo nome parece algo muito vantajoso, afinal, tudo o que é amigável parece que é feito em concordância e com benefícios para todos os envolvidos.

 

Acontece que neste caso específico, na maioria vezes, quem sai ganhando é o banco, e você corre o risco de ficar sem o veículo e ainda continuar com uma dívida com a instituição financeira.

 

A verdade é que o banco sempre oferece esta forma de negociação porque ganha bastante com isso, e a ideia é resolver o quanto antes a sua inadimplência com a instituição.

 

É por esta razão que o banco te oferece duas opções de entrega amigável: A entrega quitativa e a entrega parcial. Veja como funciona cada uma delas.

O Funcionamento Da Entrega Quitativa

 

O banco entra em contato com você e te apresenta a opção de entregar o carro de forma amigável como um modo de quitar a sua dívida do financiamento em atraso.

 

É claro que você ver nisso uma excelente oportunidade, e então fecha com o banco esse acordo, assinando assim o termo de entrega amigável.

O Funcionamento Da Entrega Parcial

 

Como o próprio nome indica, a entrega parcial se dá a partir do momento em que você devolve o veículo para a instituição financeira como pagamento parcial da sua dívida.

Nesse caso, também é preciso assinar junto com o banco o termo de entrega amigável estabelecendo o tipo parcial.

O Que Acontece Após a Entrega

 

Porém, o que você deve ter em mente é que após a entrega amigável e assinatura do termo, sua dívida não estará total ou parcialmente sanada.

 

A verdade é que o veículo entregue irá para leilão. Com o dinheiro arrecadado, então será pago a sua dívida.

 

Por outro lado, existe um detalhe bastante importante: Se esse dinheiro não for suficiente para quitação, então você terá que arcar com o restante.

 

Se isto ainda não fosse o bastante, será preciso você pagar pelos honorários advocatícios, pelo guincho que irá levar o veículo, e ainda, taxas e comissões que o banco tem total prazer de criar.

 

Baseado nessas explicações, volto a te perguntar:

 

Você já está realmente decidido e entregar amigavelmente seu veículo para o banco?

 

Sua resposta for sim, então aprenda nas próximas linhas a como fazer o termo de entrega amigável. Porém, se sua resposta for não, então vá direto

 

para a última parte deste artigo onde eu explico como a Mais Credit pode te ajudar!

Aprenda Como Fazer Um Termo De Entrega Amigável

 

A princípio, você deve ter em mente que esse termo é confeccionado pela instituição financeira. Dessa forma, você não precisa se preocupar na criação de um termo.

 

Porém, se ainda assim você quer aprender a como fazer um, então me acompanhe pelas próximas linhas e perceba que é algo muito fácil de fazer.

Criando Um Termo De Entrega Amigável De Veículo

 

Para criar o termo basta que você siga os passos abaixo:

 

Primeiro passo. Digite a expressão “Termo de Entrega Amigável, em tamanho 14, negrito e Centralizado.

 

Segundo passo. Divida este documento em cinco sessões, todas numeradas com algarismos romanos.

 

Terceiro passo. Neste passo, que é a seção I, você irá digitar todas as informações do credor, indicando o nome completo, o CNPJ, o endereço

indicado a cidade e o estado, e número de telefone.

 

Quarto passo. Na seção II, intitulada financiado, você irá digitar todos os dados da pessoa que entregará o veículo ao banco. Coloque o nome

completo, o número de CPF, o endereço, cidade, estado e número de telefone.

 

Quinto passo. Em Dados do Contrato, que é a terceira seção, você irá inserir todas as informações a respeito do contrato assinado com o banco. Por

exemplo, inclua o tipo de contrato, em seu caso é o financiamento de veículo.

 

Na sequência, coloque o número do documento e a data de assinatura. Se puder, acrescente agência na qual você assinou o contrato.

 

Sexto passo. Faça a descrição do veículo na seção IV. Aqui você irá incluir a marca e o modelo do veículo, bem como o ano de fabricação, a cor, o

número da placa e do chassi.

 

Sétimo passo. A seção V será a mais prolongada de todas. É aqui onde deve deixar claro que o veículo está sendo entregue para vistoria do credor, e

que após isto o bem será submetido a leilão.

 

Em continuação ao texto, deverá ficar claro que o financiado não tem as devidas condições financeiras para continuar com o contrato e liquidá-lo.

 

Além disso, fica atestado que o financiado reconhece a dívida e, na impossibilidade de quitá-la após o bem ser leiloado, o referido continua na

 

obrigação de efetuar o pagamento do saldo devedor.

A Mais Credit pode evitar a entrega amigável

 

A Mais Credit é uma empresa de consultoria que atua no mercado nacional fazendo a revisão de contrato de financiamento de veículo e agindo, extrajudicialmente, em operações de busca e apreensão de veículo.

 

Se você está prestes a fazer a entrega amigável porque está inadimplente com a instituição financeira, te aconselho fortemente a entrar em contato com a equipe de consultores da Mais Credit.

 

De forma inteiramente grátis faremos uma análise criteriosa em seu contrato de financiamento para buscar as cláusulas indevidas que, certamente te levaram a inadimplência.

 

A partir da localização dessas cláusulas, uma ação extrajudicial pode ser aberta a seu critério para negociar com o banco a quitação integral de seu financiamento sem que tenha de entregar seu veículo para a instituição financeira.

 

Não se trata de mágica e nem de milagres. A verdade é que a cada 10 contratos assinados no Brasil, 9 deles possuem cláusulas com cobranças de juros abusivos.

 

Certamente esse juros são capazes de levar qualquer pessoa à falência, dificultando grandemente o pagamento da dívida de financiamento.

Resumindo

 

A entrega amigável de veículo pode não ser tão amigável para o cliente, mas para o banco, certamente é uma grande jogada.

 

Existem pelo menos dois tipos de entrega amigável, e em qualquer uma delas seu veículo será lançado em leilão. Com dinheiro arrecadado, paga-se todo ou parte da dívida.

 

Porém, a Mais Credit Consultoria pode te ajudar a permanecer com o veículo e quitar com desconto o seu financiamento.

 

Para saber como tudo isso é possível basta ligar gratuitamente para 0800 580 0910 ou acessar nosso site, click aqui.

 

Se restou alguma dúvida, então utilize o espaço para comentários e logo iremos te responder.

 

Se quiser aprender mais sobre esse tema, então leia nossos posts e nos acompanhe pelo Instagram e Facebook.