Multa de Transito

Multa de Transito: Quais São os Tipos?

Posted on Postado em Dicas e Dúvidas

Se você é motorista, provavelmente já levou alguma multa de transito alguma vez ao longo desses anos que dirige. Você também deve ter percebido que muitas vezes elas mudam de valores e também a pontuação na sua carteira.

Mas se você não sabe muito sobre o assunto ou está chegando por agora nesse universo, não se preocupe. Nós preparamos um texto bem completo com todas as informações que você precisa saber sobre o assunto.

Estar bem informado é fundamental, principalmente para que você esteja atento aos seus direitos e deveres no transito.

Nesse texto iremos te explicar o que são as multas, quais são os tipos e no final ainda iremos te falar se é possível recorrer a uma. Se interessou? Então continue a leitura.

O Que São Multas?

Para manter a boa ordem e a segurança do transito, existem algumas regras que foram determinadas e precisam ser seguidas pelos motoristas e de todas as categorias.

Sempre que alguém infringe alguma dessas regras, que está prevista pelo Código de Transito Brasileiro (CTB), ele está passível de receber uma multa.

Geralmente as multas são comprovadas por radares, aparelhos eletrônicos ou qualquer dispositivo audiovisual. Elas chegam até o endereço do proprietário do veículo e devem ser pagas até a data de validade.

Além disso, também há os pontos que são somados à medida que você comete uma infração de transito. O motorista que somar 20 pontos na carteira dentro de um período de 12 meses tem sua CNH suspensa automaticamente.

Quais São os Tipos de Multas

As multas são classificadas em quatro tipos. Há as multas leves e médias e além destas, há também as graves e gravíssimas. Confira abaixo cada uma:

Infrações Leves

As multas consideradas leves são aquelas que tem menos chance de causar algum risco no transito. As infrações mais comuns são as de dirigir sem os documentos necessários, estacionar em calçadas ou em uma distância maior que 50 cm do meio feio.

Além disso, transitar em faixas exclusivas para ônibus ou caminhões, usar a buzina inadequadamente e usar faróis altos em vias iluminadas.

As multas levas rende 3 pontos na CNH e possui em valor de R$ 88,38.

Infrações Médias

As infrações médias são aquelas que causam algum prejuízo ao fluxo do transito e que podem ocasionar em algum acidente.

As mais comuns são andar com excesso de passageiros ou de cargas, deixar o carro parado na via por falta de combustível, parar o veículo em guias rebaixadas, estacionar o carro em esquinas ou em ruas contramão.

Esse tipo de multa, possui o valor de R$ 130,16 e o motorista recebe 4 pontos na carteira.

Infrações Graves

As multas graves acontecem quando há alto risco de prejudicar o transito e a segurança das pessoas que estão nele.

As infrações e natureza grave são a de fugir sem prestar socorro à vítima caso o motorista se envolva em algum acidente, não usar cinto de segurança, estacionar em viadutos, túneis ou pontes. Além disso, estacionar o veículo em uma distância maior que 1 metro do meio fio.

Para as infrações graves o valor atual é de R$ 195,23 e são gerados 5 pontos na CNH do motorista.

Infrações Gravíssimas

O próprio nome já diz, as infrações gravíssimas são as que possuem alto risco tanto para o motorista quanto para outros condutores, ciclistas, passageiros e pedestres. É importante lembrar que dependendo da multa o motorista pode perder automaticamente sua CNH.

Os exemplos mais recorrentes de infrações gravíssimas são dirigir alcoolizado ou ameaçando outros pessoas no transito. Dirigir sem possuir CNH, disputar rachas nas vias.

Além disso, se você precisa de alguns acessórios como óculos ou aparelhos de audição e for pego sem eles, também é considerado uma infração gravíssima.

O valor das multas gravíssimas são a partir de R$ 293,47 e podem ser maiores de acordo com a infração cometida. Na carteira do motorista, são recebidos 7 pontos.

Algumas multas gravíssimas possuem o fator multiplicador, ou seja, o valor da multa é multiplicado.

Quero Recorrer a Multa Que Recebi. É Possível?

Depois de entender melhor quais são os tipos de multas e suas consequências para os motoristas que a comentem, talvez te surge a dúvida: é possível recorrer a alguma infração?

A resposta é sim. Caso você seja atuado, você possui o direito de entrar com recursos e recorrer a infração.

As multas leves e médias podem ser convertidas em advertência por escrito. No entanto isso só será possível se o motorista não tiver cometido a mesma infração em um período de 12 meses.

Essa conversão pode ser solicitada logo após a notificação para o órgão autuador. O histórico do condutor será analisado. Dessa forma o pedido pode ou não ser aceito. Caso o pedido seja aceito não há o registro dos pontos da infração do condutor. Dessa forma, não será necessário pagar a multa.

No entanto, em outros casos não é possível fazer essa conversão de multas para advertência. Nesse momento, há alguns passos para recorrer e se defender das multas.

Quando você quer recorrer a uma multa, o primeiro passo que deve tomar é o de apresentar a Defesa Prévia, nela você irá constar a sua imposição da infração. Se aceita, a multa é arquivada.

No entanto, se for recusada, a multa é aplicada e o órgão manda uma notificação de imposição de penalidade. Ele tem um prazo e será julgado pela Jari, Junta Administrativa de Recursos de Infrações.

Caso tenha um novo indeferimento, uma outra notificação com o comunicado, é enviada para o infrator. Nesse momento, é dado um prazo de 30 dias para recorrer na segunda instancia.

O julgamento pode ser feito pelo Jari ou pelo CONTRAN, Conselho Nacional de Transito.

Algumas Dicas

Sempre estude e esteja informado quanto ao Código de Trânsito. Quando você entende melhor do assunto, está mais preparado para qualquer tipo de situação e para recorrer aos seus direitos.

Sabemos que alguns erros podem ser cometidos, mas estar atento no transito é de extrema importância. Respeitar as regras são essenciais para evitar multas.

Outra dica que temos, na hora de recorrer a multa que foi aplicada a você, é, se você não se sentir seguro para recorrer sozinho, procure por um especialista no assunto.

E então, o que achou desse texto? Deu para entender melhor sobre os tipos de multas de transito? Caso você tenha alguma dúvida, você pode deixa-las nos comentários, vamos te auxiliar da melhor forma possivel!

A Mais Credit é uma empresa que atua no mercado de análises contratuais de financiamentos de veículos, há mais de 9 anos e além de promover conteúdos diários para os consumidores, temos o compromisso de ajuda-los com a redução de juros abusivos!

Então se você tem um contrato de financiamento e precisa de ajuda, basta nos contatar que vamos te ajudar! Aqui seu direito é levado a sério!