Como Funciona Um Leilão De Motos

Como Funciona Um Leilão De Motos

Posted on Postado em Dicas e Dúvidas

Você deve estar se perguntando como funciona um leilão de motos. Vou explicar certinho para você neste artigo o passo a passo do funcionamento de um leilão de moto. Acompanhe comigo!

 

Você Sabe o Que é Leilão De Motos?

 

Na verdade, um leilão de motos é uma oportunidade que você tem para vender e comprar uma moto publicamente, e especificamente aqueles veículos que estão sob a guarda de policiais.

 

É muito comum em leilões dessa natureza você encontrar motos que sofreram apreensão, seja porque deixaram de pagar o financiamento ou ainda, porque caiu em uma blitz e não conseguiu comprovar regularidade com a documentação.

 

Saiba que quando é apreendida uma moto durante uma blitz, então os policiais ou fiscalizadores irão encaminhar o veículo para o pátio do Detran local.

 

Por outro lado, quando a moto é apreendida por conta de uma ação de busca e apreensão de veículo, então o banco que pegou de volta o bem, irá colocar em algum átio sob sua custódia.

 

Leilão De Moto Apreendida

 

Uma vez que a moto foi apreendida em uma blitz, então poderá ficar por até 90 dias no pátio do Detran. Após esse período, o veículo deverá ser leiloado.

 

Em situações de busca e apreensão, então o período irá depender da instituição financeira que tomou o veículo.

 

Vale destacar que quando uma pessoa adquire uma moto leiloada pelo Detran, então ela irá se responsabilizar por quitar todas as pendências relativas ao veículo.

 

No caso do leilão feito pelo banco, o dinheiro arrecadado será para cobrir as prestações atrasadas e o bem em si.

 

Afinal, Como Funciona Um Leilão De Motos?

 

O leilão de motos é a mesma coisa que você comprar uma moto, só que aqui irão ser consideradas os lances de cada participante. Obviamente que aquele que acertar o maior lance, então irá levar a moto.

 

Esses leilões são feitos por leiloeiros oficiais. Essas pessoas não são as proprietárias do veículo, mas estão apenas conduzindo o leilão.

 

Pode ser que em um leilão de motos sejam vendidos os veículos separadamente ou em lotes. Em casos assim é feita a numeração, e o leilão ocorre de forma sequencial.

 

Durante a oferta da moto, então o participante deverá dar o seu lance, que é exatamente o valor que ele pretende pagar pela moto.

 

É justamente neste momento em que se bate o martelo: A pessoa que oferecer o maior lance, ou seja, o maior valor pela moto, exatamente é ela quem irá levar para casa o bem.

 

Após o Leilão, o Que Acontece?

 

Depois que acontece o leilão e já fica sabendo que determinada pessoa foi quem arrematou a moto, então existem outros procedimentos.

 

O primeiro passo nesse sentido é fazer a assinatura de comprovação de aquisição do bem. Muitas vezes é preciso dar um sinal, que pode ser um cheque nominal à pessoa que leiloa.

 

É interessante destacar que o arremate e consequente assinatura de compra do bem significa que você irá realmente ficar com o veículo, ou seja, não é permitido desistir da transação.

 

É justamente por isso que você deve ter total atenção e saber exatamente o que está fazendo. Se resolver se envolver em um leilão de motos, então saiba que se ganhar, terá de comprar.

 

Por Que Existem Leilões De Motos?

 

Como disse no início deste artigo, o leilão de moto acontece por que os bens são apreendidos, seja pela Receita Federal ou por alguma autoridade de trânsito, ou ainda pelo banco através de uma ação de busca e apreensão de veículo.

 

Como os veículos apreendidos não podem ficar tanto tempo no pátio, então a única saída é repassá-los para outras pessoas, e isso se dá através da venda do bem.

 

Certamente que a partir disso vem uma segunda pergunta: E por que os bens ficam tanto tempo guardados no pátio?

 

A verdade é que quando uma moto é transferida para um pátio, não é fácil retirá-la de lá, e sabe por quê? Por que o proprietário precisa regularizar sua situação e a do veículo, mas em muitas das vezes isto é quase impossível.

 

Além disso, precisará pagar pelo guincho, como também por todos os dias em que o bem esteve no depósito. Se tudo isso ainda não fosse o suficiente, é preciso pagar uma multa.

 

Então, imagine: Se você possui uma moto que tem o valor de R$ 6000, mas para retirá-la do depósito precisa pagar R$ 10.000, o que você faria?

 

Pagaria os R$ 10.000 para receber sua moto de R$ 6000 de volta?

Deixaria sua moto de R$ 6000 lá no depósito para passar por um leilão?

 

No Fim Do Túnel Existe Uma Solução!

 

Porém, a gente sabe que nem tudo está perdido nessa vida, e em muitas situações difíceis existe uma pequenina luz ao final do túnel.

 

A verdade é que você pode evitar em qualquer situação que seu veículo seja apreendido. Por exemplo, vou citar o caso da busca e apreensão de veículo, situação esta que o banco toma o bem de você.

 

Quando a instituição financeira dar busca e apreensão, então ela está agindo no caso mais extremo. Provavelmente, a instituição já entrou em contato com você e o cobrou extrajudicialmente.

 

Se chegou até este ponto é porque você não deu a devida atenção para essas cobranças. Saiba que uma instituição financeira qualquer só entra em jogo se for para ganhar, e nunca para perder.

 

Então, o que você deve fazer para evitar perder sua moto e esta ir para leilão? É muito simples a resposta, continue me acompanhando e você saberá!

 

Uma Análise Contratual Resolve a Questão!

 

A Mais Credit é uma empresa especializada há quase 10 anos no mercado de revisão contratual. O que você deve saber também é que as revisões em contratos de financiamento são capazes de:

 

  • Impedir que você sofra busca e apreensão da moto
  • Quitar o seu financiamento com desconto

 

E sabe porque isso é possível? Simplesmente porque os bancos costumam esconder cláusulas que cobram juros abusivos em seus contratos de financiamentos, o que certamente irá dificultar para que você mantenha em dia as prestações.

 

Porém, com uma análise desse contrato feita por especialistas da Mais Credit, é possível descobrir onde estão escondidas essas cláusulas, e através de um processo extrajudicial solicitar que o banco retire-as do contrato.

 

O resultado dessa relação extrajudicial, que não precisa passar por advogados e juízes, é sempre positivo: O banco reconhece o seu erro e concede descontos sensacionais para você quitar o financiamento.

 

Espero que tenha entendido com esse antigo como funciona um leilão de motos. E mais: Que você tenha percebido que é possível evitar que sua moto vá para leilão, especialmente se estiver em uma condição de inadimplência com o banco.

 

Tudo se resolve através de uma análise contratual que a Mais Credit faz para você de forma gratuita.

 

Ficou interessado? Então entre em contato agora mesmo pelo WhatsApp através do número 11 96882-7012 e solicite gratuitamente a sua análise contratual!

 

Tem alguma dúvida sobre o que tratamos nesse artigo? Então por favor utilize o espaço para comentário, e se quiser falar com um dos Consultores da Mais Credit, então o número para você ligar gratuitamente é o 0800 580 0910.