Apontamento De Cobrança Indevida

Apontamento De Cobrança Indevida: Como Eu Posso Recorrer?

Posted on Postado em Dicas e Dúvidas

Neste artigo vou responder didaticamente sua pergunta: como eu posso recorrer o apontamento de cobrança indevida?

Em casos de apontamento de cobrança indevida algumas atitudes podem ser tomadas por você. Mas, lembre-se: Comece pelo mais básico antes de abrir uma ação judicial.

Nesse artigo vou conversar com você de forma direta sobre a inconveniente cobrança indevida e explicar quais são as formas mais usuais que você pode utilizar para recorrer ao apontamento.

Ficou curioso? Quer realmente saber como se livrar desse tipo de cobrança? Então continue comigo porque vou te explicar detalhe por detalhe!

Formas Para Recorrer o Apontamento De Cobrança Indevida

 

Indo direto ao assunto devo te dizer que você possui à sua disposição pelo menos quatro formas para recorrer ao apontamento de cobrança indevida.

Nunca é demais lembrar você da necessidade de seguir estritamente as formas de ação conforme vou listar abaixo:

1. Conversar com a empresa que está fazendo o apontamento de cobrança indevida;

2. Buscar os órgãos de proteção ao consumidor;

3. Abrir uma ação extrajudicial;

4. Abrir uma ação judicial.

Na sequência, vou explicar detalhadamente como funciona cada uma dessas formas listadas.

Contato Com a Empresa Que Fez a Cobrança

 

Independente da forma de comunicação utilizada pela empresa, se foi por meio de carta, telefone ou pessoalmente, procure dados de contato da instituição para que você possa contatá-la.

Em sua conversa direta com a empresa você vai deixar bem claro que desconhece a dívida pela qual estão te apontando.

Eu até sei que uma cobrança feita quando a gente não deve, certamente gera momentos desagradáveis. Mas, é essencial que você ao conversar com a empresa procure manter a calma.

Em algumas situações pode ocorrer cobrança indevida pela má administração da empresa. Então, uma vez explicada a situação, a instituição irá indicar o que é necessário para resolver a questão.

Vale lembrar de guardar os números de protocolos de atendimento, ou qualquer outro documento emitido, pois este servirá de prova caso tenha de abrir uma ação judicial.

Se a Cobrança Vier De Um Cartório?

 

Existem casos em que a cobrança é enviada por um cartório através da carta de protesto. Isso ocorre quando a empresa, supostamente credora, faz o protesto de títulos no cartório.

Em situação como esta você deverá buscar o cartório o qual emitiu a carta. Na sequência, descubra o título da dívida, o valor e qual empresa está cobrando você.

A Empresa Não Resolveu? Busque o Procon

 

Se você procurou a empresa e não conseguiu chegar a uma resolução, então está na hora de partir para o PROCON.

O PROCON é um órgão público de proteção ao consumidor. Ao apresentar a sua queixa, a instituição fará uma intermediação entre você e a empresa que está o cobrando indevidamente.

Nesta ocasião, ficará claro para a empresa que a cobrança indevida é punida pelo Código de Defesa do Consumidor e pelo Código Civil.

Segundo o Código de Defesa do Consumidor, em seu artigo 42, se o consumidor já tiver pago o valor cobrado indevido, então a empresa terá que devolver esta quantia e em dobro, acrescentando as correções monetárias e juros.

Se a intermediação do Procon também não resultar em uma resolução, solicite uma cópia de todos os documentos gerados. Guarde pois esses servirão como prova em uma possível ação judicial.

Tente Resolver Com Uma Ação Extrajudicial

 

A conversa pessoal com a empresa e até mesmo a intermediação do Procon não foram suficientes para chegar a uma resolução entre você e a empresa que está cobrando? Então siga essa dica.

Atualmente existem empresas especializadas, como por exemplo, a Mais Credit Consultoria, que podem te conduzir para uma solução vantajosa.

É interessante destacar que na maioria dos casos a cobrança tem fundamento. Pode ser que alguma dívida tenha passado esquecida com você e agora está sendo cobrada.

Pode ocorrer também situações como, por exemplo, a venda de um veículo cujo não foi transferido para o novo dono, e o IPVA e multas estão sendo cobradas ao dono anterior.

Em casos como esse, existem saídas específicas, como a ação de inexigibilidade veicular, que você pode aprender mais sobre ela em nosso antigo: “O que é preciso para fazer uma ação de inexigibilidade veicular?”.

Outra dica para solucionar o problema é utilizar os serviços dessas empresas, como a Mais Credit, que analisam os contratos e verificam as cobranças indevidas.

Dessa forma, cria-se argumentos para pressionar a instituição que está cobrando a apresentar uma solução de quitação do débito com desconto.

Um Exemplo Prático

 

Um exemplo prático de cobrança indevida e que você poderá recorrer ao apontamento com uma ação extrajudicial, é quando ao assinar um contrato de financiamento de veículo, o banco te cobra as seguintes taxas:

TAC – Tarifa de Abertura de Crédito e;

TEC – Tarifa de Emissão de Carnê ou Boleto.

As cobranças dessas taxas são indevidas, mas em muitos casos o consumidor não percebe, e chega mesmo a pagá-las.

Somente a partir de uma análise contratual é que se torna possível verificar a cobrança daquelas taxas e indagar a empresa credora sobre elas.

A Mais Credit Consultoria já trabalhou em inúmeros casos de cobranças indevidas apresentando a solução viável de extinção das taxas ou de quitação do débito com desconto.

Saiba mais conhecendo nossos cases de sucesso (https://www.maiscredit.com.br/mais-credit-cases-de-sucesso/)

Você Poderá Abrir Uma Ação Judicial

 

Raramente acontece de uma ação extrajudicial não resolver a questão da cobrança indevida. Isto principalmente quando você busca empresas especializadas para te conduzir como a solução.

Porém, em casos extremos que não houve acordo extrajudicial, você poderá partir para uma ação judicial.

Aqui será necessário um investimento de dinheiro e de tempo. Se os valores cobrados indevidamente forem altos, então poderá ser necessário contratar um advogado.

Em questões que envolvem valores baixos, você poderá abrir uma ação judicial em um Tribunal Cível Especial, local este que dispensa a presença de um advogado, mas você irá está cara a cara com o juiz.

Ainda assim, enquanto tramita a lide judicial, é aconselhável você conduzir uma comunicação extrajudicial com a empresa que está cobrando.

Mais uma vez, empresas como a Mais Credit podem te ajudar. A ideia é mostrar para a empresa credora o erro a partir da análise contratual e apresentar uma solução, ou seja, um acordo extrajudicial.

Resumindo

Você está sendo vítima de um apontamento de cobrança indevida? Então verifique se esta cobrança realmente não tem fundamento. Se não houver, então siga uma das 4 formas de resolução apontadas neste artigo.

Certamente a mais vantajosa delas, isso porque não é tão onerosa e você conta com o apoio de especialistas, é através da ação extrajudicial, que dispensa advogado, tribunais e juízes.

Saiba mais ligando grátis para 0800 580 0910. Se preferir, poderá solicitar gratuitamente a análise de seu contrato através do WhatsApp (11) 96882 7012.

Esperamos que este artigo tenha sido de grande utilidade para você e tiradas as suas dúvidas. Somos uma empresa com a missão de informar e ajudar em questões referentes ao seu financiamento de veículo.

Conheça mais sobre os serviços que prestamos acessando o link https://www.maiscredit.com.br/ e clicando no menu “Serviços”.

Você verá que trabalhamos em cobrança indevidas em contratos de financiamento de veículos como os juros abusivos e as taxas ilegais, recuperação de veículos, quitação de veículo com desconto e alienação fiduciária de bens.

Está em dúvidas? Então utilize o espaço que reservamos para você logo abaixo deste artigo! Faça sua pergunta e logo vamos te responder!03