financiamento e leasing

Quer comprar um carro? Entenda as diferenças entre financiamento e leasing

Posted on Postado em Financiamento de Veículos

Vai comprar um carro, mas não sabe as diferenças entre financiamento e leasing? Então, este post foi feito para você! Afinal, com tantas nomenclaturas e produtos financeiros, escolher o meio correto de adquirir um bem nem sempre é uma tarefa simples.

Ainda assim, o financiamento e leasing são as duas modalidades mais utilizadas para a compra de automóveis e imóveis. Mas você sabe quais as diferenças entre elas?

Se você — assim como muitos consumidores — não sabe como diferenciá-los, é hora de aprender um pouco mais! A seguir, apresentaremos tudo o que é preciso saber antes de escolher a modalidade ideal para você! Preparado? Então, vamos lá!

Financiamento: entenda melhor como funciona

Se você andou pesquisando maneiras de adquirir um carro, certamente encontrou a opção de realizar a operação por meio de um financiamento. Muito conhecido por CDC (Crédito Direto ao Consumidor), essa é uma modalidade de empréstimo com juros, firmado por meio de um contrato.

Segundo a legislação brasileira um empréstimo pode se dar a título oneroso — isto é, com a cobrança de juros — ou a título gratuito — também conhecido como comodato. No entanto, é preciso atentar para um detalhe. Quando vamos ao banco e buscamos um empréstimo, aderimos a uma modalidade em que há cobrança de juros por essa quantia.

Quando falamos em um financiamento de veículo, por outro lado, uma situação peculiar se configura. Nesse caso, haverá o empréstimo para a compra do veículo com cobrança de juros (portanto, é um empréstimo oneroso) e esse mesmo veículo será dado em garantia ao banco para pagamento dos valores.

Leasing: conheça as suas características

O leasing é uma expressão muito utilizada no meio bancário e jurídico e pode ser traduzida como arrendamento mercantil. Aliás, ressalta-se que a legislação brasileira opta pela última nomenclatura, tendo uma lei inteiramente dedicada a ele: a Lei 6.099/74.

Essa modalidade se popularizou bastante nos últimos anos, sendo uma das mais escolhidas para financiamento de veículos no país, já que a dívida costuma ter valores inferiores ao financiamento tradicional.

Mas é preciso compreender melhor como funciona um contrato de leasing. Em resumo, tal modalidade pode ser comparada a uma espécie de aluguel de um bem, que possui a opção de compra ao final do contrato. Dessa maneira, quando você compra um carro por meio do leasing, o automóvel estará no nome do banco e, quando você quitar todas as parcelas (uma espécie de aluguel), terá o direito de comprá-lo, isto é, transferir o bem para o seu nome.

Saiba quais as diferenças entre o financiamento e leasing

E, aí? Conseguiu compreender como funciona cada uma dessas modalidades de empréstimo? Então, agora vamos falar das diferenças que existem entre elas. Em primeiro lugar, é interessante observar que o leasing já foi o mais escolhido pelos consumidores por muito tempo, porém, atualmente, o financiamento tem ganhado força e praticamente domina o mercado.

O financiamento, ou CDC, costuma ser mais caro que o leasing. Isso acontece devido à incidência do IOF e às taxas de juros mais altas praticadas nessa modalidade. Como o risco assumido pelo banco é maior, é natural que ele cobre juros mais altos.

Afinal, nesse modelo, o veículo já estará em seu nome desde o momento em que o negócio é fechado. Isso quer dizer que, caso não consiga pagar as parcelas, é possível vendê-lo ou trocá-lo antes mesmo da quitação total.

Outro detalhe importante do financiamento é que o consumidor pode adiantar parcelas e, nesse caso, terá descontos expressivos. Em outras palavras, se você tem um dinheiro sobrando e quiser adiantar algumas parcelas do seu veículo, terá descontos nos juros que podem chegar até 30%.

No caso do leasing, como já mencionado, durante toda a operação, o veículo é da instituição bancária, o que reduz a liberdade do consumidor em dispor desse bem. Somente após o pagamento da 24ª parcela é que o carro poderá ser quitado e, então, transferido para o nome do comprador.

Ademais, os custos dessa transferência costumam correr por conta do consumidor, já que ele estaria comprando um bem do banco. Lembra-se que explicamos acima que o leasing é uma espécie de aluguel e que você pode comprar o bem ao final do contrato?

Uma das suas vantagens é justamente a não incidência de IOF — atualmente é de 3% — e isso pode representar uma grande economia ao final do contrato. Em média, as parcelas podem ficar até R$ 40,00 mais baratas. Em um montante de 48 parcelas, isso equivale a uma economia de R$ 1920,00.

Descubra qual a melhor opção para quem deseja comprar um carro

Depois de apresentarmos todos os detalhes dessas duas modalidades, bem como as diferenças existentes, você ainda pode estar em dúvidas sobre em qual delas apostar. A primeira noção que você precisa ter é que não existe uma resposta única para isso. Na verdade, escolher entre o financiamento e leasing é uma tarefa que exige análise e muita pesquisa de mercado.

Caso queira comprar um carro seminovo, por exemplo, é importante ter em mente que as instituições bancárias não costumam oferecer o leasing como opção. Nesse caso, só lhe restaria a compra via CDC.

De outro modo, caso pretenda adquirir um carro novo, faça uma análise e comparação precisa entre as duas opções. Observe o Custo Efetivo Total das duas operações e atente às características de cada uma delas.

Assim, caso você pretenda trocar de veículo em pouco tempo, talvez seja mais interessante pagar um pouco a mais no CDC, mas ter a liberdade de quitar antecipadamente, vender ou trocar esse veículo, já que ele estará em seu nome.

Por outro lado, caso esteja em busca de economia e não veja problemas em ficar impedido de negociar o veículo ou de não poder antecipar parcelas, talvez o leasing se adeque melhor à sua situação. Portanto, a escolha certa dependerá de seus objetivos, perfil e, é claro, condições financeiras!

E, então, aprendeu bastante com o post de hoje? Todas as informações acima apresentadas foram selecionadas para ajudá-lo a fazer a escolha certa. Afinal, para tomar uma decisão correta, é preciso conhecer bem as opções à sua disposição. Por isso, agora que você já domina as diferenças entre o financiamento e leasing, basta escolher o carro dos sonhos e desfrutar dessa conquista!

Quer uma ajuda com essa análise? Entre em contato conosco! Teremos o prazer em ajudá-lo a adquirir seu carro com segurança e sem sofrer com juros abusivos!