não perca seu carro

A Mais Credit pode recuperar meu veículo? Descubra agora!

Posted on Postado em Busca e Apreensão de veículos

A Mais Credit pode recuperar meu veículo? Se você teve o carro apreendido pelo seu banco, ou instituição financeira, saiba que é possível recuperar o seu veículo. Com a ajuda de uma consultoria especializada, você pode recorrer ao pedido de apreensão e ter o seu veículo de volta. Então, continue lendo o artigo para saber quando você pode recorrer e porque o pedido de apreensão é feito. 

 

A Mais Credit pode recuperar meu veículo

O que é busca e apreensão?

Quando você assina um contrato de financiamento com um banco ou instituição financeira, você deve dar alguma garantia a ele. Ou seja, é uma forma do banco ter a segurança de que não estará perdendo dinheiro ao lhe conceder o financiamento. 

Na maioria das vezes, essa garantia é o seu próprio carro. Ou seja, caso você não pague as parcelas, ou não cumpra o contrato, eles podem pegar o seu carro. 

Essa medida é conhecida como busca e apreensão, e está prevista na lei como instrumento de garantia. Assim, o banco garante que você irá pagar todas as parcelas do seu financiamento, para não perder o carro e o seu dinheiro. 

Além disso, caso você realmente não consiga mais pagar, eles podem compensar essa perda com apreensão do seu veículo. 

Esse carro apreendido pelo banco será utilizado para que ele tenha o seu investimento de volta. Então, o banco, ou instituição financeira, poderá vender o carro para compensar o prejuízo causado pelo financiamento. 

São muitas as maneiras de vender um carro apreendido, mas a mais comum e conhecida é o leilão. Afinal, é possível que você mesmo já tenha se deparado com um leilão de carros apreendidos. 

Portanto, é importantíssimo que você pense bem antes de resolver comprar um veículo por financiamento. 

Afinal, você deve poder pagar todas as parcelas até o final, ou então você sairá no prejuízo, perdendo dinheiro e o seu carro. Pois, uma vez vendido no leilão, não existe a possibilidade de você ter o seu carro de volta, e você terá perdido todo o seu investimento. 

 

Quando o banco pode pegar o meu veículo?

Para entender se você está correndo o risco de perder o seu veículo para a instituição financeira, precisa entender quando isso pode acontecer.

Ou seja, o que você deve fazer para que o seu contrato seja infringido e o banco possa emitir um pedido de apreensão. Se formos levar em consideração a lei, esse pedido pode ser emitido a partir da primeira parcela atrasada.

Então, basta você deixar de pagar uma parcela, atrasando muito o seu pagamento, para que o banco possa pedir que o seu veículo seja apreendido. 

Mas, em geral, isso não acontece, porque não é do interesse da instituição financeira que você pare de pagar as parcelas. Pois, quando o banco financia a compra do seu veículo, ele faz porque ganha muito com os juros que você paga nas parcelas. 

Assim, se eles apreendem o seu carro, você não pagará mais as parcelas e eles irão acabar perdendo dinheiro no fim das contas. Por isso, geralmente quando você atrasa uma parcela do seu pagamento, o banco irá primeiro tentar negociar com você. 

Então, você deve aproveitar esse momento para tentar negociar com o banco e, quem sabe, conseguir melhores condições de financiamento, ou até mesmo descontos. 

Entretanto, se você continuar sem pagar as parcelas previstas no seu contrato, mesmo com uma tentativa de negociação, eventualmente você receberá o pedido de apreensão. 

Geralmente, isso acontece quando você fica 3 meses sem pagar a parcela mensal. Ou seja, quando você atrasa em 3 meses o seu pagamento. 

Se isso acontecer, você receberá um pedido de apreensão e busca do seu veículo, e não terá muito o que fazer nesse momento. 

É possível recuperar o veículo?

Apesar de ser complicado, é possível sim! Recuperar o seu veículo depois que a empresa emite uma ordem de apreensão e busca. 

Na verdade, tem como você reverter o pedido que a instituição faz nos primeiros dias depois da sua emissão. Você tem até 5 dias após receber o pedido de busca e apreensão para pagar todas as suas dívidas e quitar o financiamento. 

Apesar de ser uma opção, não é muito viável, uma vez que geralmente você não terá dinheiro para isso. Afinal, se tivesse, você não estaria nessa situação e não deixaria de pagar 3 meses seguidos. 

Então, você tem a opção de recorrer, apresentando uma defesa para tentar reverter esse pedido. Isso pode ser feito nas duas semanas que se passam depois que o pedido de busca foi emitido.

Portanto, o ideal é que você consulte um profissional que tenha o conhecimento necessário para lhe ajudar nesse momento. Assim, ele irá montar uma defesa para você, tentando recuperar o seu veículo e negociar com a empresa. 

Dessa maneira, existem algumas coisas que você pode utilizar para recorrer a busca e apreensão e recuperar o seu veículo! Tudo isso pode ser resolvido pelas vias extrajudiciais.

Muitas vezes a empresa, ou o banco, não cumpre com tudo que precisa, de acordo com a lei, na hora de fazer a busca e apreensão. Assim, deixa uma brecha para você contestar com o argumento de que eles deixaram de cumprir os requisitos. 

Ainda, se o banco estiver gerando juros abusivos nas suas parcelas, você pode alegar que ele está infringindo o contrato, e por isso você não pagou. 

Tudo isso pode ser utilizado ao seu favor. Mas, para saber disso tudo, o ideal é entrar em contato com uma consultoria especializada para lhe ajudar.

 

Como a Mais Credit pode me ajudar?

A Mais Credit Consultoria é uma empresa especializada em revisão de contratos de financiamento de veículos. 

O seu objetivo é reduzir os juros abusivos que podem estar no seu contrato de financiamento, uma vez que o Brasil ainda é considerado campeão em juros abusivos. 

Hoje a Mais Credit já conseguiu recuperar mais de 10 milhões de reais em juros e, através dela, é possível obter até 70% de desconto na quitação do veículo, e 30% de desconto no valor das parcelas.

Portanto, se você não sabe se é vítima de juros abusivos, aproveite para solicitar a revisão contratual entrando em contato com os representantes da empresa. A análise é gratuita!